topo
Início da Busca
Campo de busca
Fim da Busca
Início do contéudo da página

O campo Relação de Dependência informa se um determinado beneficiário é o titular do plano, se possui dependentes, quem são e qual o tipo de ligação entre eles.


Importância e vantagens do dado Relação de Dependência

O preenchimento do campo Relação de Dependência deve espelhar a realidade da relação entre o beneficiário titular e seus possíveis dependentes. É fundamental que este dado seja informado em conformidade com os códigos de Relação de Dependência existentes no manual de críticas, são eles:

  • “1” - Beneficiário titular (maior ou menor de idade)
  • “3” - Cônjuge/Companheiro
  • “4” - Filho/Filha
  • “6” - Enteado/Enteada
  • “8” - Pai/Mãe
  • “10” - Agregado/Outros

Diagnosticando e corrigindo o campo Relação de Dependência

Durante o preenchimento ou atualização de informações no campo Relação de Dependência, podem surgir avisos de erros – “críticas” – no qual serão sinalizados por “Códigos de Erro” que possuem numeração de 1 a 4 para cada tipo de inconsistência. Para interpretar os códigos é necessário consultar o ID Campo: 13 do Manual de Críticas do SIB e saber o que informa a “Mensagem do Erro”, o “Detalhe da Mensagem do Erro” e a “Ação para correção do Erro”. Confira o exemplo a seguir:

sib quadro10

Para extrair informações consolidadas e detalhadas dos dados da sua operadora, acesse o Relatório de Qualidade Cadastral do SIB (RQC). Confira os passos a seguir:

1

Utilize a ferramenta Relatório Consolidado para identificar o quantitativo de registros que se encontram na base de dados da ANS com o campo Relação de Dependência em branco. Veja a demonstração abaixo:

sib quadro11

Ao verificar que há registros ativos com os Códigos de Controle Operacional (CCOs) listados dentre o conjunto de registro sem relação de dependência, a retificação dos campos só será objeto da atenção da operadora se o vínculo estiver vigente, pois quando não há vinculação, a medida mais adequada é a inativação do registro por meio do movimento de CANCELAMENTO.

A data de cancelamento informada deverá ser a da inativação do registro, uma vez que o sistema aceita datas retroativas. Isso é fundamental para que não haja problemas relacionados à vigência do contrato como no caso do Ressarcimento ao SUS. E todos os CCOs que correspondam a beneficiários que já foram desligados da operadora devem ser cancelados, o que facilitará muito o trabalho, uma vez que a qualidade cadastral trata somente de registros ativos.

2

Utilize o Relatório Detalhado para obter a listagem dos registros que se encontram na base de dados da ANS com o campo Relação de Dependência em branco. Veja a demonstração abaixo:

sib quadro8

3

Agora que você já sabe o quantitativo de registros e quais têm inconsistências relativas à Relação de Dependência, veja como corrigi-los:

Utilize o Arquivo de Conferência – CNX para identificar em sua base de dados, junto à ANS, os registros que se encontram com o campo Relação de Dependência preenchidos incorretamente.

Ao identificar a ocorrência de registros que estão com o campo Relação de Dependência em branco ou preenchidos incorretamente, deve ser realizado, no arquivo SBX do SIB, o preenchimento pelo movimento de RETIFICAÇÃO, que permite alterar ou complementar dados já existentes.


Simplifique a atualização usando o SIB Flex

Para enviar atualizações cadastrais utilize a versão SIB Flex, que removeu algumas críticas durante o processamento do SIB nos procedimentos de inclusão, retificação, mudança contratual e reativação, agilizando e facilitando a atualização e o envio dos dados pelas operadoras.

Por exemplo: o procedimento de RETIFICAÇÃO, que antes exigia o preenchimento completo dos dados de identificação do beneficiário a cada atualização – o que impedia a correção pontual de um só campo –, agora se resume a informar o CCO e o código da Relação de Dependência correto, sem a necessidade do preenchimento completo dos dados. Veja o quadro abaixo:

sib quadro2

Utilizando o antigo Schema XSD do SIB, existe mais propensão à ocorrência de erros no processamento do arquivo, pois há um número maior de campos obrigatórios a serem preenchidos aos quais são aplicadas críticas. Portanto, acesse aqui e comece a utilizar o SIB Flex.

Para saber mais sobre remoção de críticas, confira o Histórico de Versões do SIB.

Em caso de dúvidas, envie um e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., canal exclusivo para esclarecimento de dúvidas técnicas em relação ao SIB. Para atendimento de outras demandas, acesse a Central de Atendimento da ANS.


Outros Temas


Compartilhe:

 
Fim do contéudo da página
Início do rodapé
ANS no Twitter
ANS no YouTube
ANS no Facebook
ANS no Likedin
RSS
Acesso à Informação
Marca do Governo Federal
Fim do rodapé

ANS - Agência Nacional de Saúde Suplementar - Av. Augusto Severo, 84 - Glória Rio de Janeiro/RJ - CEP: 20021-040

Ir para o topo da página