topo
Início da Busca
Campo de busca
Fim da Busca
Menu Início do menu Principal Fim do menu Principal
Início do contéudo da página

Benvindo ao Portal da ANS

Destaque anterior
 
Próximo destaque

Últimas Notícias - Ver todas as notícias

Coronavírus

Publicado em: 23/10/2020

Diálogo da Saúde Suplementar SESI & ANS 2020

Encontro virtual analisou impactos da Covid-19 nos planos coletivos empresariais 

Coronavírus

Publicado em: 21/10/2020

ANS divulga nova edição do Boletim Covid-19

Informativo mensal apresenta dados sobre utilização dos planos de saúde durante a pandemia

Consumidor

Publicado em: 20/10/2020

Outubro Rosa: ANS alerta para cuidados com o câncer de mama e de colo de útero

Confira informações sobre o assunto e fique atenta aos sinais das doenças  

Coronavírus

Publicado em: 19/10/2020

Evento virtual debaterá os impactos da Covid-19 nos planos coletivos empresariais

1º Diálogo de Saúde Suplementar SESI & ANS 2020 acontece quarta-feira (21/10)

Agenda Regulatória


A Agenda Regulatória é um instrumento de planejamento que agrega o conjunto de temas estratégicos e prioritários, necessários para o equilíbrio do setor, que são objeto de atuação da ANS em determinado período.

Fim do contéudo da página

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) disponibilizou em seu portal na internet os documentos relativos à Consulta Pública nº 70, que propõe mudança nas regras do Fator de Qualidade (FQ). O objetivo é reunir informações, subsídios, sugestões ou críticas para alterar as Resoluções Normativas nº 363 e 364, de 2014, que tratam do tema.  

As normas dispõem sobre as regras para celebração de contratos entre as operadoras de planos de saúde e prestadores de serviços e a definição de índice de reajuste de prestadores a ser aplicado pelas operadoras quando o contrato previr livre negociação como única forma de reajuste e as partes não chegarem a um acordo até os primeiros 90 dias do ano.  

O Fator de Qualidade é aplicado ao índice de reajuste estabelecido pela ANS nos contratos entre operadoras de planos de saúde e prestadores de serviço (hospitais, clínicas, profissionais de saúde, entre outros). Pela proposta da ANS, o Fator de Qualidade permanece com os percentuais de 105%, 100% ou 85% aplicados ao IPCA. A aplicação, no entanto, exige que as partes cumpram critérios de qualidade pré-estabelecidos. Além disso, deve estar prevista em contrato como única forma de reajuste, mediante livre negociação entre as partes e sem novo acordo nos primeiros 90 dias do ano. Em 2018, 49 mil prestadores de serviço de saúde tiveram a opção de utilizar o Fator de Qualidade. 

As contribuições poderão ser feitas no período de 19/07 a 17/08, mediante preenchimento de formulário que será disponibilizado na página da consulta. 

Clique aqui e acesse os documentos.  

Confira na tabela abaixo as principais propostas de alteração nos critérios para obtenção do Fator de Qualidade: 

Quadro comparativo – Proposta de alteração

 Ano Base 2017Proposta
Hospitais 105% Selo de Acreditação (nível máximo) Selo de Acreditação (nível máximo)
Hospitais 100%
  1. Conformidade com a utilização do padrão TISS; e
  2. Possuir Núcleo de Segurança cadastrado na ANVISA; e
  3. Informar indicador de qualidade à ANS; ou
  4. Participar de um dos projetos de indução à qualidade da ANS
  1. Certificação (que englobe todo o escopo da assistência); ou
  2. Participação em um dos projetos de indução à qualidade da DIDES/ANS; ou
  3. Possuir Núcleo de Segurança do Paciente cadastrado na ANVISA e ter realizado pelo menos uma notificação via NOTIVISA a cada trimestre, no último ano.
Hospitais-dia 105% Selo de Acreditação (nível máximo) ou Certificação (que englobe todo o escopo da assistência) Selo de Acreditação (nível máximo)
Hospitais-dia 100%
  1. Conformidade com a utilização do padrão TISS; e
  2. Informar indicador de qualidade à ANS; ou
  3. Possuir Núcleo de Segurança cadastrado na ANVISA.
  1. Certificação (que englobe todo o escopo da assistência); ou
  2. Participação em um dos projetos de indução à qualidade da DIDES/ANS; ou
  3. Possuir Núcleo de Segurança do Paciente cadastrado na ANVISA e ter realizado pelo menos uma notificação via NOTIVISA a cada trimestre, no último ano.
SADT e Home Care 105% Selo de Acreditação (nível máximo) ou Certificação (que englobe todo o escopo da assistência) Selo de Acreditação (nível máximo)
SADT e HomeCare 100% Responder à questionário proposto pela ANS.
  1. Certificação (que englobe todo o escopo da assistência); ou
  2. Participação em um dos projetos de indução à qualidade da DIDES/ANS; ou
  3. Possuir Núcleo de Segurança do Paciente cadastrado na ANVISA e ter realizado pelo menos uma notificação via NOTIVISA a cada trimestre, no último ano.
Clínicas 105%
  1. 50% ou mais de profissionais de saúde com uma ou mais titulações (Residência, Título de Especialista, Pós-Graduação latu senso e stricto senso; e
  2. Responder a questionário proposto pela ANS
  1. 60% ou mais de profissionais de saúde com uma ou mais titulações (Residência, Título de Especialista, Pós-Graduação Stricto Senso); e
  2. Para aferição deste item, a clínica deve levantar os dados de seus profissionais de saúde, e comprovar junto à OPS.
Clínicas 100% Responder a questionário proposto pela ANS
  1. Capacitação em cursos na área de atuação, de no mínimo 40h por ano-calendário, para ao menos 60% dos profissionais da clínica; e
  2. O responsável técnico pela clínica deve levantar os dados dos seus profissionais e comprovar junto à OPS.
Profissionais de saúde 105% Responder a questionário proposto pela ANS Comprovar possuir titulação (residência, título de especialista, Pós-Graduação Stricto Senso)
Profissionais de saúde 100% Responder a questionário proposto pela ANS Capacitação em cursos na área de atuação, de no mínimo 40h por ano-calendário.
Início do rodapé
ANS no Twitter
ANS no YouTube
ANS no Facebook
ANS no Likedin
RSS
ANS no Instagram
Acesso à Informação
Marca do Governo Federal
Fim do rodapé

ANS - Agência Nacional de Saúde Suplementar - Av. Augusto Severo, 84 - Glória Rio de Janeiro/RJ - CEP: 20021-040

Ir para o topo da página