topo
Início da Busca
Campo de busca
Fim da Busca
 
Início do contéudo da página

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) acaba de tornar disponível uma nova versão do D-TISS, painel interativo que permite pesquisas sobre a quantidade de determinados procedimentos realizados por beneficiários de planos de saúde e os valores médios cobrados por essas consultas, exames e cirurgias. As novidades desta versão são as inclusões das pesquisas por Porte da Operadora, do item Visão Financeira na área sobre os Procedimentos Hospitalares que permite a visualização dos valores médios dos procedimentos hospitalares, e do item CID (Classificação Internacional de Doenças), que permite que o usuário confira a quantidade de prestadores que tratam determinada patologia (gráfico de barra), por competência, e a quantidade de procedimentos realizados por tipo de patologia (no mapa). 

Para Michelle Mello, diretora adjunta da Diretoria de Desenvolvimento Setorial da ANS, “o D-TISS é uma ferramenta que dá transparência aos dados de custo e utilização dos procedimentos realizados pelos beneficiários dos planos de saúde, permitindo uma análise regionalizada da produção assistencial no setor”. Atualmente, o banco de dados do D-TISS conta com quase 3 mil procedimentos, provenientes de informações enviadas para a ANS por operadoras e prestadores de serviços de saúde por meio da TISS – Troca de Informação em Saúde Suplementar. Estão disponíveis na base de consulta os dados de janeiro a dezembro de 2016. Os dados disponibilizados nesta versão correspondem a 901 operadoras de planos de saúde. 

Os procedimentos podem ser consultados tanto pelo código TUSS (Terminologia Unificada da Saúde Suplementar) quanto pelo nome, aplicando‐se filtros por unidade da federação (UF), faixa etária, sexo, porte da operadora e competência (período da pesquisa). A visualização dos dados se dá por meio de gráficos e mapas e os arquivos com a base de dados estão disponibilizados para download, por tipo de atendimento – hospitalar ou ambulatorial – e por unidade da federação (UF), mantido o sigilo da identificação dos prestadores, operadoras e beneficiários. 

Sobre o D-TISS 

O D-TISS (Detalhamento da Troca de Informações de Saúde Suplementar) foi lançado pela ANS em dezembro de 2015. A ferramenta reúne informações de grande importância para a melhor compreensão do sistema de saúde, permitindo acesso aos dados de frequência de eventos em saúde e suas despesas, por variáveis demográficas e por unidade federativa.  

Por meio de um mecanismo amigável de busca por palavra-chave, o usuário do sistema identifica o procedimento; em seguida, tem acesso à quantidade realizada e ao número de prestadores que realizaram aquele procedimento. Essas informações poderão ser filtradas por Unidade da Federação (UF), sexo, faixa etária, porte da operadora e/ou competência. Há ainda a possibilidade de obtenção de dados na forma de mapa, no qual é possível identificar frequências por UF e por prestador.  

Em relação à visão financeira, o D-TISS possibilita o acesso aos valores da despesa média dos procedimentos e sua dispersão, com a apresentação dos dados selecionados em gráfico box-plot. Os filtros por UF, faixa etária, sexo, porte da operadora e competência também poderão ser utilizados. 

Há, ainda, a apresentação de informações de indicadores internacionais (OCDE) relacionados aos procedimentos, quando disponíveis. Desse modo, busca-se integrar os dados de utilização dos serviços de saúde com informações técnico-científicas que apoiem a tomada de decisão de todos os agentes, propiciando uma visão integrada dos eventos inseridos no setor de saúde suplementar e os conhecimentos científicos na área de saúde. 

O Padrão TISS 

O objetivo da TISS é padronizar as ações administrativas e subsidiar as ações de avaliação e acompanhamento econômico-financeiro e assistencial das operadoras de planos privados de assistência à saúde. As informações sobre as trocas eletrônicas de dados de atenção à saúde dos beneficiários de planos são enviadas mensalmente pelas operadoras de planos privados desde setembro de 2014. A partir delas, a ANS dispõe de um banco de dados significativo referente a toda produção assistencial da saúde suplementar.  

A exploração e a tabulação desses dados possibilitam a geração de uma gama de informações que, ao serem disponibilizadas para a sociedade, garantem transparência e contribuem para a qualidade e para a concorrência setorial.  

Clique aqui para acessar a página com a nova versão do D-TISS.

Acesse diretamente o painel de procedimentos.

Confira o tutorial.


Compartilhe:

 
Fim do contéudo da página
Início do rodapé
ANS no Twitter
ANS no YouTube
ANS no Facebook
ANS no Likedin
RSS
Acesso à Informação
Governo Federal
Fim do rodapé

ANS - Agência Nacional de Saúde Suplementar - Av. Augusto Severo, 84 - Glória Rio de Janeiro/RJ - CEP: 20021-040

 
Ir para o topo da página