topo
Início da Busca
Campo de busca
Fim da Busca
Início do contéudo da página

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) realizou nesta terça-feira, dia 10/11, no Rio de Janeiro, um seminário sobre regulação assistencial na saúde suplementar, com a presença de diversos representantes do setor. No encontro, foram discutidos modelos assistenciais, gestão do cuidado, organização de redes de atenção e avaliação de tecnologia em saúde. O seminário incluiu também a apresentação do novo Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde 2016. Foram lançados, ainda, o novo inquérito Vigitel da Saúde Suplementar 2014 e um aplicativo para smartphones e tablet que facilita a pesquisa de dados sobre cobertura assistencial, informações cadastrais das operadoras e reajustes de planos individuais e familiares. Complementando a programação, houve um debate sobre desenvolvimento e a avaliação de Programas de Promoção da Saúde e Prevenção de Doenças na saúde suplementar. 

O seminário foi aberto pelo diretor-presidente da ANS, José Carlos de Souza Abrahão, que agradeceu o empenho de toda a equipe da Diretoria de Normas e Habilitação de Produtos (Dipro) e demais áreas envolvidas na organização do evento. Ele destacou a importância da realização de atividades que permitam estreitar relacionamentos e a troca de experiências para viabilizar alternativas de crescimento e desenvolvimento do setor de saúde suplementar, diante de uma sociedade cada vez mais engajada e empoderada de seus direitos. “Temos procurado induzir sempre a discussão e o aperfeiçoamento do acesso à saúde suplementar com qualidade, segurança e com sustentabilidade, não só econômica, mas também sustentabilidade assistencial”, afirmou Abrahão.

Para a diretora-adjunta da Dipro, Flávia Tanaka, o seminário trouxe a oportunidade de discutir um modelo de atenção à saúde no país focado na atenção primária e no paciente, o que exige a reorganização das redes de atenção. “O objetivo é, através de seminários e ações, induzir, cada vez mais, a uma mudança de gestão do cuidado, além do comportamento dos atores envolvidos no setor de saúde suplementar, em busca de uma melhor assistência e atenção aos beneficiários”, afirmou.  

IMG 0547Abertura do seminário com o diretor-presidente da ANS, José Carlos de Souza Abrahão, e a diretora adjunta da Dipro, Flávia Harumi Tanaka

Destinado a servidores e colaboradores da ANS, representantes do setor e especialistas da área acadêmica, o seminário teve como principais objetivos a troca informações, exposição de experiências sobre a temática e a divulgação de ações e estratégias desenvolvidas pela ANS, apresentando os avanços e desafios na regulação do setor. 

Um dos motes para a discussão de temas durante o evento foi apresentado pela diretora de Vigilância de Doenças e Agravos Não Transmissíveis e Promoção da Saúde, Deborah Malta, que levou aos participantes dados do Vigitel - Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico. Além da diretora, Eduardo Neto, da ANS, também apresentou informações sobre o levantamento, que é realizado desde 2006 pelo Ministério da Saúde em todas as capitais dos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal. 

O inquérito tem por objetivo monitorar, através de pesquisa realizada por telefone, a frequência e a distribuição dos principais determinantes das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT). A atual publicação do Vigitel da Saúde Suplementar é fruto de uma parceria entre o Ministério da Saúde e a ANS e dá seguimento às duas edições anteriores publicadas em 2008 e 2011. 

O estudo dos indicadores do Vigitel da Saúde Suplementar estimula a reflexão de gestores, prestadores e beneficiários de planos de saúde, contribuindo para a formulação de modelos de cuidado que promovam a interface necessária entre a promoção da saúde e a prevenção de doenças e os demais níveis e complexidades da assistência à saúde. Com isso, a ANS busca garantir o acesso aos serviços e a melhoria da qualidade de vida da população beneficiária de planos de saúde.

Pela ANS, houve a apresentação do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde 2016 pela gerente geral de Regulação Assistencial, Raquel Lisbôa. Entre os palestrantes convidados, também estiveram no seminário o representante da Organização Pan-americana de Saúde (OPAS), Alberto Ogata; o consultor em Saúde Pública, Eugênio Vilaça Mendes; o especialista em avaliação de programas em saúde da Universidade de São Paulo (USP), Oswaldo Tanaka; e a médica, doutora em medicina preventiva e professora da Fundação Getulio Vargas (FGV-SP), Ana Maria Malik.

Tanaka
Oswaldo Tanaka, da USP, falou sobre avaliação de programas e ressaltou a importância da revisão de estratégias de prevenção e promoção da saúde

Eugenio vilaca
Eugênio Vilaça,da USP falou sobre cuidados em redes de atenção

 

 

IMG 0567
Raquel Lisbôa, gerente geral de Regulação Assistencial, ao centro da mesa sobre o Vigitel, ao lado de Deborah Malta, diretora de Vigilância de Doenças e Agravos Não Transmissíveis e Promoção da Saúde, e Eduardo Neto, coordenador substituto de monitoramento assistencial
 

O seminário contou, ainda, com as participações de Márcia Pinto, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz); de Marisa Santos, do Instituto de Cardiologia do Rio de Janeiro; e de Emílio Zilli e Miyuki Goto, da Associação Médica Brasileira (AMB); além de representantes de operadoras de planos de saúde, que contaram suas experiências em programas de promoção da saúde e prevenção das doenças.

 IMG 0600
Seminário de Regulação Assistencial contou com cerca de 200 participantes

 

IMG 0694
Flávia Tanaka apresenta ao público do seminário o aplicativo ANS Móvel, ao lado de Raquel Lisbôa

Confira as apresentações do seminário

ANS Móvel  

Avaliação de Programas 

Núcleo de Avaliação de Tecnologias em Saúde 

Modelo de Gestão Vale 

Redes ANS 

Rol de Procedimentos da ANS

Saúde Ativa - SulAméricaSaúde Ativa - SulAmérica  

 

 

 

 


Compartilhe:

Fim do contéudo da página
Início do rodapé
ANS no Twitter
ANS no YouTube
ANS no Facebook
ANS no Likedin
RSS
Acesso à Informação
Governo Federal
Fim do rodapé

ANS - Agência Nacional de Saúde Suplementar - Av. Augusto Severo, 84 - Glória Rio de Janeiro/RJ - CEP: 20021-040

 
Ir para o topo da página